Notícias

Governo do Estado de Pernambuco concede ao SERTA e outras entidades a medalha Ruth Bacelar

Por Serta
22/06/2022 | 02h:02

A premiação reconhece o trabalho de pessoas e entidades que atuam na temática da defesa dos direitos das pessoas idosas

No último dia 15 de junho, Dia Mundial de Conscientização de Enfrentamento à Violência Contra a Pessoa Idosa, no auditório É do povo, no Centro Cultural Cais do Sertão em Recife, houve a entrega da Medalha Rute Bacelar a 20 pessoas e entidades que lutam pelos direitos das pessoas idosas. Na ocasião, o Governo de Pernambuco e o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa (Cedpi) lançaram a edição 2022 da campanha de enfrentamento a essa problemática.

“Queremos, por meio de iniciativas como esta, do lançamento da campanha e da entrega da medalha, tirar esse tema da invisibilidade, estimulando a denúncia, reconhecendo o trabalho de quem tanto faz pela promoção dos direitos desse público”, disse o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Edilazio Wanderley.

A concessão da Medalha Rute Bacelar ao Serviço de Tecnologia Alternativa (SERTA) é o reconhecimento da trajetória de 32 anos de atuação voltados para construção de conhecimentos agroecológicos, empoderamento e emancipação das pessoas em seus espaços de vida, independente das circunstâncias sociais, econômicas, políticas e sociais, tomando como eixo principal neste processo de transformação, a agroecologia e o Bem viver. “A gente precisa buscar integrar mais esses sujeitos, fazer como o SERTA que tem um programa inclusive de fortalecimento da agricultura familiar com a pessoa idosa”, completa o secretário.

Rildo Tomé, Alexsandra da Silva e o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Edilazio Wanderley

Segundo Alexsandra Silva, “com o agravamento das desigualdades sociais, o SERTA intensificou o seu trabalho em agroecologia em conexão direta com a pessoa idosa, do campo a cidade, do semiárido à região metropolitana do Recife”. Atualmente, o SERTA tem trabalhado com aproximadamente 700 pessoas idosas, através dos projetos Agricultores Idosos do Moxotó e Vida Saudável nos Morros. No sertão do Estado, via Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa (CEDPI), atuando na garantia da segurança alimentar da pessoa idosa. E na capital, atuando nas comunidades do Alto José do Pinho e Santa Luzia, através do trabalho de implantação de quintais ecoprodutivos, formação política e social, acompanhamento técnico e oficinas de envelhecimento ativo, por meio do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa do Recife (COMDIR).

MEDALHA – A Medalha Rute Bacelar foi concedida a pessoas agraciadas entre 2019 e 2022, já que não houve cerimônia de entrega durante a fase mais aguda da pandemia. A professora, pedagoga e psicóloga Rute Bacelar, virou um símbolo da luta pela promoção dos direitos da pessoa idosa. Nascida em Paudalho, filha de pai comerciante e mãe dona de casa, ela logo cedo manifestou o desejo de continuar a estudar além do curso primário e empreender uma carreira. Formou-se professora e, depois, psicóloga, vindo a ensinar nos cursos de Psicologia da Unicap por 28 anos. São de sua autoria diversos livros especializados em Psicologia e Convivência, dirigidos principalmente àqueles que desejam conhecer mais as necessidades da terceira idade.

Tendo como missão a valorização do ambiente rural e urbano, trabalhando e integrando as pessoas, escolas do campo e as políticas públicas, o SERTA se move na perspectiva da agroecologia e da garantia e promoção de direitos, disponibilizando sua metodologia para inspirar outras comunidades e territórios.

Compartilhe:
Pin Share

Mais notícias