Sobre



Foto: Henrique Lee/SERTA

Histórico

O Serta – Serviço de Tecnologia Alternativa – é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que tem como Missão formar pessoas para atuarem na transformação das suas circunstâncias educacionais, econômicas, sociais, ambientais, culturais e políticas e na promoção do desenvolvimento sustentável. A organização foi fundada em 1989 a partir de um grupo de agricultores, técnicos e educadores que desenvolviam em comunidades rurais uma metodologia própria para a promoção do meio ambiente, a melhoria da propriedade e da renda e o uso de tecnologias apropriadas. Desde sua origem, teve como foco o desenvolvimento e reconhecimento da importância da agricultura familiar.

Atua a partir de dua Unidades Pedagógicas: em Ibimirim, às margens do Açude Poço da Cruz, e, em Glória do Goitá, no Campo da Sementeira. Obteve o credenciamento do Conselho Estadual de Educação e da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente de Pernambuco (Sectma) onde foi constituído, nos dois campi, escolas técnicas de formação profissional – Centro Tecnológico da Agricultura Familiar –  na categoria de curso profissional de Técnico de Nível Médio em Agroecologia.

O Serta vem contribuindo para a formação e a mobilização das potencialidades de pessoas, das organizações e dos negócios. Criou condições para facilitar processos de apropriação de competências complexas – saber ser, saber conhecer, saber conviver e saber fazer – reunindo jovens, produtores, artistas, educadores, gestores, conselheiros e lideranças em torno dos desafios do desenvolvimento local.

Visão

Ter o Programa Educacional de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável – PEADS consolidado como referência em educação no ensino de nível básico, profissional e superior; estar consolidado na sua capacidade de criar, inovar e disseminar tecnologias apropriadas e interativas; além de contribuir e influenciar na efetivação de políticas públicas de Desenvolvimento Sustentável.

Valores

Cooperação. Solidariedade. Transparência. Entusiasmo. Respeito à diversidade. Ética. Afetividade. Compromisso institucional. Crença nas pessoas. Respeito à preservação da natureza e do meio ambiente. Valorização e respeito às especificidades.

Estudantes de agroecologia – Foto: Henrique Lee/SERTA

 

Metodologia

Os princípios, que constituem a base filosófica do Serta, são inspirados em vários autores e vêm sendo reelaborados a partir da prática dos seus educadores e técnicos. As bases do Programa Educacional de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável vêm sendo desenvolvidas desde 1994 e resultam de reflexões e práticas em escolas, programas assistenciais, formação de produtores, educadores e jovens. Alguns dos componentes do Peads foram, inclusive, incorporados ao documento Diretrizes Operacionais para Educação do Campo, elaborado pelo Conselho Nacional de Educação e homologado pelo Ministério da Educação (MEC).

O Peads trabalha com sistemas formais e não-formais de educação, sempre na perspectiva da mobilização social e da construção de bases tecnológicas e sociais que o desenvolvimento sustentável requer. Em todo Brasil, o Serta se tornou referência na proposição e implantação das diretrizes curriculares para as escolas do campo. Atualmente, em aproximadamente 70 escolas de 15 municípios, a metodologia Peads orienta a formação de professores/as.

O Peads trabalha simultaneamente o ensino, a pesquisa e a extensão como instrumentos de inovação, transformação e inclusão social. O processo educativo consiste em investigar as atividades econômicas e as variáveis governantes que inibem o desenvolvimento local dos territórios onde os jovens e os educadores atuam e vivem.

É uma metodologia que promove o desenvolvimento de diversas competências através de ações de sensibilização, pesquisa, problematização, desdobramentos e intervenções capazes de transformar a realidade existente estimulando a autonomia e o protagonismo dos sujeitos sociais da comunidade. Na prática, o Peads se diferencia na medida em que elege:

  • A escola e o aluno como produtores de conhecimento sobre a realidade, em apoio aos processos de desenvolvimento em curso;
  • O adolescente como protagonista e liderança capaz de modificar o seu entorno e as circunstâncias em que vive;
  • A família, como parceira pedagógica, fonte de soluções e não de problemas.

O emprego do Peads transforma os sujeitos sociais em co-autores e co-executores do processo de desenvolvimento. Está aberta ao diálogo com outras metodologias especialmente o Protagonismo Juvenil e a mobilização social. O Peads se estrutura em quatro etapas: pesquisa, análise e desdobramento, devolução para a ação, e avaliação.

O mérito maior do Peads e do Serta é ter conseguido desenvolver um Programa Educacional que interage com a Escola Formal, com o sistema regular de ensino e, ao mesmo tempo, integra, numa síntese, as contribuições da Educação Popular e das experiências complementares à escola.

Estatuto

BAIXE AQUI O ESTATUTO SOCIAL

 

Unidade Pedagógica Glória do Goitá

Unidade Pedagógica Ibimirim

 

Diretoria 2019-2022

Alexsandra Maria da Silva – Presidente
Rildo Tomé de Gouveia – Vice-presidente
Aline de Melo Correia – Primeira secretária
Leandro Pacheco da Silva – Segundo secretário
Niedja do Nascimento Nazário – Primeira tesoureira
Marcílio Ferreira – Segundo tesoureiro

Conselho Fiscal

Bruna Manoela Pereira de Lima
Maria Madalena da Silva
Paulo Roberto de Lima

Secretária Institucional

Luciana Luiza da Silva

Assessoria de Comunicação Institucional

Henrique Lee

Assessoria Político-institucional

Maria de Lourdes Gomes Vieira

Mobilização de Recursos

Gilmar Correia Dias

Departamento Financeiro

Lindicleide Maria da Silva
Maria do Carmo da Silva
Niedja do Nascimento Nazário

Curso Técnico em Agroecologia

Abdalaziz de Moura Xavier de Morais
Alexsandra Maria da Silva
Antônio Roberto Mendes Pereira
Élio Jose de Souza
Germano de Barros Ferreira
Janaína Maria Gonçalves
Josivan Precino do Nascimento
Leandro Pacheco da Silva
Marcilio Ferreira
Maria de Lourdes Gomes Vieira
Paulo Jose de Santana
Rildo Tome de Gouveia
Sebastião Alves dos Santos
Valdiane Soares da Silva

 

Administrativo

Adelma Anita da Silva
Adriana Correia da Rocha Dantas
Aline de Melo Correia
Ana Lucia de Lima Ferreira
Antônio Melo da Silva
Cicero Rinaldo dos Santos
Edemilson Jose da Silva
Edjane Josefa dos Santos
Edmilson Porfirio Batista
Erika Tattyany da Silva
Fabiana Maria Gomes
Gláucio Cavalcanti da Silva
Itamires Kaline de Souza
João Joaquim de Santana
João Lopes da Silva
João Rodrigues da Silva Filho
José Amaral da Silva
Luciana Luiza da Silva
Luciana Maria de Souza Gomes
Maria de Lourdes dos Santos Avelino
Maria Edilene Gomes da Silva
Maria Madalena da Silva
Maria Valdilene Hortêncio
Paulo Jose de Araújo
Sandra Maria da Silva
Valdir Soares da Silva
Zuleide Bezerra dos Santos

Projeto Emergencial de Apoio à Segurança Alimentar e Nutricional no Âmbito Crise Socioeconômica Causada Pela Pandemia do Covid-19

Ivone Sulamita De Farias
José Fabio Cordeiro de Souza
Salete Barbosa de Oliveira

Projeto Laboratórios Vivos de Ecotecnologias para Desenvolvimento do Território Sustentável de SUAPE

Ana Karina Soares Luna
André da Costa Padilha
Claúdia Rejane da Silva
Elizabeth de Abrahão Chamié
Germano de Barros Ferreira
Guimarães José da Silva
Leonardo de Moura Souza
Maria de Lourdes Gomes Vieira

Projeto Mutirão Ciranda

Anderson Severino da Silva
Claudemir Ferreira da Silva
João Victor do Sabino da Silva
João Vitor do Nascimento Correia
Nivaldo Nery Rodrigues Neto
Paulo José de Santana

Projeto Rede de Promoção de Direitos das Crianças, Adolescentes e Famílias do Campo

Gilmar Correia Dias
Rubenice Maria de Freitas

Projeto Crianças Desenvolvendo Cidadania

Bruna Manoela Pereira de Lima
Iraci Helena do Nascimento
Janaina de Santana Silva
Lucimaria Maria Ferreira
Rinaldo Gomes de Souza
Valdiane Soares da Silva

Programa Cisternas

Iraildo Santos Pereira
Taciana da Silva Vieira

Assessoria Jurídica

Tibério P. Monteiro

Contabilidade

PCA Pires Contabilidade e Auditoria LTDA

 



Deseja contribuir com essa iniciativa?
Banco do Brasil: AG 2081-8 | C/C 8437-9