Serta recebe comitiva internacional da Rede Latino-americana de Competitividade Organizacional –Rilco

Publicado por Henrique Lee em 24 de novembro de 2017

Foto: Romário Henrique/SERTA

Conhecer a experiência exitosa a partir da economia solidária, agroecologia e educação popular, ambiental e produtivo de comunidades que o Serta realiza em Pernambuco. Este foi o objetivo que trouxe representantes de universidades ligadas à rede Rede Latino-americana de Competitividade Organizacional –Rilco para participarem de uma visita técnica ao Serta Glória do Goitá, realizada nesta quinta-feira (23).

A visita faz parte da programação do 7º Congresso Internacional de Competitividade Organizacional, juntamente com o 2º Simpósio Internacional sobre Desenvolvimento local e Inovação Sustentável e Reunião Anual da Rilco, realizados de 22 a 24 de novembro, no Recife. Além do Brasil, participam do encontro pesquisadores da Angola, México, Cuba, Guatemala, Espanha, Portugal, Colômbia e Perú.

“Visitei o Serta em 2015, onde me deparei com uma experiência educacional muito importante. Então, decidimos planejar o 7º Congresso Internacional de Competitividade Organizacional aqui no Brasil e trazer as pessoas para conhecer as boas práticas do Serta, não apenas acadêmica, mas vivencial, de uma cultura distinta, ecológica e aplicada ao campo”, contou o coordenador da rede Rilco, Julio Álvarez, professor da Universidade Autônoma do Estado do México.

De acordo com o Álvarez, o Serta traz um diferencial metodológico “de cultura ecológica”. Para ele, “a preparação acadêmica, técnica, forma de pensamento e valores são aportes” que irão levar como desenvolvimento acerca da agroecologia, promovendo a possibilidade de poder compartilhar essa experiência em outros países.

“O que me impressiona é o potencial de educação desenvolvida nesse lugar, e ver que os jovens estão inseridos nessa proposta de ensino, adquirindo conhecimento não apenas para o seu desenvolvimento pessoal e profissional, mas também para o desenvolvimento das comunidades onde estão inseridos”, disse o visitante Carlos Rodrigues, professor da Universidade de Aveiro, Portugal.

Para além da visita técnica, o Serta debate a parceria que permite abrir novos campos de visão no âmbito educacional. Na última visita que fez a organização, Álvares estimou interesse em desenvolver “programas de graduação e pós-graduação no formato virtual, estreitando a distância entre as instituições, fazendo com que professores, pesquisadores e alunos possam se conectar, comunicar e compartilhar experiências nos eixos da sustentabilidade familiar, ambiental, energética e da água”.



Deseja contribuir com essa iniciativa?
Banco do Brasil: AG 2081-8 | C/C 8437-9