SERTA assina convênio de projeto que prevê o fortalecimento da agricultura familiar em PE

Publicado por Henrique Lee em 18 de junho de 2019

Promover o desenvolvimento local sustentável, a partir dos sistemas de produção de base agroecológica, para geração de renda e inclusão socioprodutiva de comunidades tradicionais, agricultores familiares e assentados da reforma agrária no Estado de Pernambuco. Este é objetivo do Projeto Mutirão Ciranda – Jovens e Mulheres da Agricultura Familiar, executado pelo Serta e financiado pela Fundação Banco do Brasil e BNDS, lançado na manhã desta terça-feira, na sede da organização, em Glória do Goitá, PE, em ato de assinatura do convênio.

Dentre as metas previstas, estão a implementação de vinte núcleos de mutirão para transição agroecológica e geração de renda; Implantação de cinco unidades de agregação de valor de produtos da agricultura familiar, através de cozinhas artesanais e familiar nos núcleos de atuação do Projeto; Oficinas temáticas de marketing, produção, doces, compotas, bolos, higiene, agregação de valor, derivados da mandioca, do leite, cortes e armazenagem de carnes (bode), peixe e a estruturação de cinco feiras municipais de produtos da agricultura familiar de base agroecológica, nos territórios de atuação do Projeto.

“Esperamos fortalecer a agricultura familiar de base agroecológica, potencializando as ações dos egressos do curso técnico de Agroecologia do Serta nos seus territórios e espaços de vida, para inclusão socioprodutiva e geração de renda, que vem a fortalecer a Rede de Egressos a partir das iniciativas que já são desenvolvidas nesses espaços de atuação.”, conta Germano Barros, presidente do SERTA.

Ao todo, 22 municípios das macrorregiões do estado de Pernambuco participarão das ações, que envolve diretamente técnicos/as em agroecologia formados pelo SERTA, em especial com o público de mulheres, jovens e povos de comunidades tradicionais, durante o período de dois anos.

O gerente do Banco do Brasil, da Agência Glória do Goitá, Adam de Deus, que acompanha localmente o Projeto, esteve presente no ato de assinatura do convênio. Para ele, essa parceria vai fortalecer ainda mais os territórios. “Eu conheço e acredito no trabalho desempenhado pelo SERTA e sinto orgulho em ter uma instituição comprometida com o desenvolvimento local sustentável que se preocupa com a inclusão de jovens, mulheres e povos indígenas”, disse.



Deseja contribuir com essa iniciativa?
Banco do Brasil: AG 2081-8 | C/C 8437-9