O Protagonismo Feminino na Perpetuação da Cultura das Casas de Farinha

Publicado por Marcelo Francisco da Silva em 6 de novembro de 2018

Foto: Raíssa Moraes

 

No último mês de julho, foi iniciado o Projeto denominado O Protagonismo Feminino na Perpetuação da Cultura das Casas de Farinha, este projeto foi proposto e será executado pelo RETROGRAPHIE, com fotos de Luciana Dantas/Retrographie.  É um Projeto de Pesquisa Fotográfica que foi aprovado e é incentivado pelo FUNCULTURA, Fundarpe, Secretaria de Cultura, Governo de Pernambuco e tem o apoio do SERTA.

 

O Projeto tem com objetivo registrar fotograficamente a rotina (doméstica, do campo e empreendedora) de mulheres agricultoras que fazem uso da forma tradicional de beneficiar a mandioca e lideram as Casas de Farinha, tidas como familiares. Bem como, os utensílios utilizados e a transformação da mandioca desde o plantio, passando pela colheita, beneficiamento até chegar à mesa dos consumidores, seja em forma de bolo, de farinha, de beiju, ou até mesmo, quando todas as possibilidades de consumo humano são descartadas e, se tornam alimento para os animais.

 

A pesquisa, mapeamento e registro, serão realizadas nas seguintes regiões e cidades: Região da Mata Norte – Lagoa de Itaenga e Glória de Goitá; Região da Mata Sul – Amaraji, Vitória de Santo Antão, Pombos, Chã Grande e Primavera; Região do Agreste Setentrional – Feira Nova. Ao final haverá uma exposição fotográfica no SERTA, onde a curadoria das fotos será feita pela professora Renata Victor.



Deseja contribuir com essa iniciativa?
Banco do Brasil: AG 2081-8 | C/C 8437-9