Destaque

Mais de 100 pessoas participam do lançamento do Projeto Semear

28/05/2021 | 10h:39
por Eduardo Amorim

Lançamento do Projeto Semear foi realizado online para atender necessidade de isolamento social diante da pandemia

 

Foi realizado, nesta última quinta-feira (27), o lançamento do projeto Semear, que tem como objetivo a formação de 100 técnicos em agroecologia. O curso recebeu inscrições de jovens e adolescentes dos municípios de Glória do Goitá, Vitória de Santo Antão, Chã de Alegria, Lagoa de Itaenga e Feira Nova, demonstrando o compromisso da ONG de continuar a contribuir para o desenvolvimento da Zona da Mata Norte, além de outros projetos que estão neste e nos demais territórios de Pernambuco e de outros Estados do Nordeste.

O Semear é um projeto desenvolvido com recursos do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Glória de Goitá – COMDICA, através de incentivos fiscais. A iniciativa tem apoio da Prefeitura de Glória de Goitá e financeiramente das empresas Nissin, Elo, Chesf e Brasilcap. Também contaremos com parcerias dos Governos municipais dos cinco municípios beneficiados, que inclusive ficarão responsáveis pelo transporte dos estudantes quando for possível restabelecer as aulas presenciais.

“Hoje Glória do Goitá é referência em agricultura orgânica de base agroecológica e a gente precisa de cada vez mais de profissionais com formação, já que formar nossos jovens em agroecologia é pensar no futuro”, disse a prefeita Adriana Paes. As cinco gestões municipais estavam representadas na atividade também com os prefeitos de Feira Nova, Danilson Gonzaga; de Chã de Alegria,Tarcisio Macena; e os secretários municipais de Vitória de Santo Antão, Luiz Jorge, e de Lagoa do Itaenga, Deyvid Andrade.

“A aula inaugural contou com muita participação, parceria, sinergia e animação, envolvendo 112 pessoas entre estudantes, gestores públicos, diretoria do Serta e equipe do SERTA e do projeto, conselheiros e empresas financiadoras. A diretoria do Serta agradece a toda equipe envolvida, gestores municipais e investidores pelo compromisso e desenvolvimento da juventude, do território e da Agroecologia. Viva ao SERTA, Viva a Agroecologia”, comemorou a presidenta da ONG, Alexsandra Maria da Silva.

Educador do SERTA, Juliano Petrovich, iniciou as atividades lendo uma poesia e ficou responsável pela apresentação do Projeto Semear com o apoio da diretora Niédja Nazário. Em seguida foram apresentadas duas outras organizações do território que participarão do trabalho, o Giral – Grupo de Informática, Comunicação e Ação Local, com formações na área de comunicação e a Acreditar – Capital Humano e Transformação Social, com a formação de educação financeira, para que estes estudantes possam de forma mais qualificada os seus projetos de vida.

Iniciaremos as aulas remotamente devido a pandemia da COVID-19, os 103 jovens aprovados terão aulas de Introdução à História da Agricultura Familiar, Comunicação e Expressão, Introdução à Permacultura e Introdução à Educação do Campo neste primeiro módulo. A expectativa de todos é que brevemente poderemos ter as aulas no regime presencial.

“Quero parabenizar a todos os educadores e também aos estudantes pela capacidade de se reinventar neste momento desafiador”, comemorou o presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Glória do Goitá, Gilson do Amaral. O Projeto Semear foi idealizado para funcionar se revezando em tempo escola, com atividades presenciais, e o tempo comunidade (em que os estudantes desenvolvem atividades nas suas propriedades, estudam e atuam nas suas comunidades), porém será iniciado online para atender às recomendações do Governo do Estado de Pernambuco.

Você é um dos 103 estudantes aprovados no Projeto Semear? MATRICULE-SE AQUI.