Jornada Pedagógica reúne pessoas de todo o Brasil para debater experiências transformadoras do PEADS

Publicado por Henrique Lee em 23 de julho de 2019

Foto: Henrique Lee/SERTA

Na Unidade SERTA em Glória do Goitá/PE, além de diversos municípios de Pernambuco, a terceira edição da Jornada Pedagógica juntou educadoras/es, estudantes, pesquisadores dos estados de Alagoas, Minas Gerais, Roraima, do Pará e Piauí, em um momento de imersão e reflexão sobre experiências transformadoras na educação, a partir de vivências na metodologia do Programa de Educação de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável – PEADS, nos dias 17, 18 e 19 de julho.

O objetivo foi compartilhar a diversidade de saberes construídos por escolas e grupos da educação popular, a fim de potencializar os acúmulos erguidos em municípios pernambucanos e de estados vizinhos.

No primeiro dia, participantes percorreram a área externa do SERTA, organizados como numa procissão. Foram oito ‘estações’. A cada parada, um fato era apresentado, narrando um pouco à trajetória do PEADS, protagonizada por artistas e pessoas que fizeram parte da história. A primeira delas, em Surubim, contextualizava o primeiro contato do SERTA com escolas municipais, a partir do convite do Selo Unicef, onde capacitou professores do campo. A dinâmica se estendeu até à noite (foto). Cada participante segurava uma vela, como simbolismo de luz na caminhada do SERTA para consolidação da metodologia do PEADS em diversas modalidades de ensino, e que se contagia também na Zona Urbana.

Foto: Henrique Lee/SERTA

O segundo dia foi marcado pela apresentação da pesquisa “Uma imersão na vida dos professores do Brasil”, com o autor Júlio Alves. O pesquisador relatou diversas experiências bem sucedidas de educadores do país, onde também apresenta o SERTA. Em seguida os participantes se dividiram em grupos temáticos (foto), no propósito de debater o PEADS na gestão municipal; na gestão escolar; na educação infantil; no Ensino Fundamental; nos cursos profissionais e na universidade; na formação de educadores e gestores; na educação ambiental e sustentável e nos processos educativos de arte e cultura, direitos humanos e cidadania.

Foto: Henrique Lee/SERTA

Compromissos foram firmados no último dia do evento. Depois de socializar os aprendizados e testemunhar o que o PEADS foi capaz de transformar nos diferentes espaços em que foi desenvolvido, participantes refletiram sobre de que modo essa experiência transformadora poderia ser útil na transformação local, e também de como criar uma rede de interesses. A Jornada encerrou ao meio dia, com uma homenagem em memória ao educador do SERTA Sandro Cipriano, com exibição de vídeo e plantio da árvore baobá.

Ambiente Cultural

Foto: Henrique Lee/SERTA

O evento deu lugar a apresentações de diversos artistas. Caboclos de lança, do maracatu Carneiro Manso, da cidade de Glória do Goitá, recepcionaram os participantes da Jornada. Crianças e adolescentes de comunidades rurais da cidade também realizaram apresentação. Eles e elas são do Projeto Criança Desenvolvendo Cidadania, que participam de atividades pedagógicas em música com o Serta e apoio do Itaú Social.

O Projeto, que também utiliza a metodologia PEADS, criou dois grupos musicais: Sopro da Vida, de canto e flautas, fez abertura do evento, com canções populares que fez a plateia interagir formando uma grande roda; e a orquestra Divina Sinfonia, que fez o encerramento com canções eruditas e adaptações de clássicos da música brasileira.

Na noite da quinta-feira, a programação ficou por conta da Cia Máscaras de Teatro, com o espetáculo teatral de bonecos A Princesa e o Dragão (foto). O coletivo divertiu a plateia com história de guerreiros medievais lutando contra um dragão que cuspia fogo. Em seguida o cantor Marcelo Leon, da cidade de Paudalho, apresentou-se no Espaço Cultural Sandro Cipriano, ao som de canções autorais, MPB e forró. Participantes também mostraram seus talentos com recital de poesias e música.

Durante as noites do evento também foram exibidos os vídeos: Moura e o Serta de Coração, dirigido por Daniel Lima, que narra à história de vida do educador Abdalaziz de Moura e do SERTA; e o segundo episódio da série Corações e Mentes, dirigida por Cacau Rhoden, que traz à tona a experiência metodológica do SERTA na transformação de vida de estudantes do curso de Agroecologia e de agricultores familiares.



Deseja contribuir com essa iniciativa?
Banco do Brasil: AG 2081-8 | C/C 8437-9