28 anos do Serta, comemorando a vida e a agricultura familiar

Publicado por Serta em 3 de agosto de 2017

Por: Germano de Barros – Presidente do Serta

Hoje, o Serta comemora 28 anos de formação de pessoas para o desenvolvimento sustentável, com foco no campo. Nasceu da necessidade de visibilizar a agricultura familiar e os/as agricultores/as, muitas vezes excluídos dos seus direitos, especialmente da centralidade das políticas governamentais. O Serta entendeu, logo nos seus anos iniciais de trabalho, que essa visibilidade seria possível com o protagonismo e autoria dos homens e das mulheres do campo no processo produtivo, social e cultural, na agricultura familiar, através da educação contextualizada com os povos do campo, capaz de valorizar e potencializar o mundo rural e a autoestima das pessoas, principalmente dos/as jovens da roça.

Durante essa caminha de quase três décadas, muitas coisas mudaram. O mundo rural de hoje não é aquele dos anos iniciais dos trabalhos do Serta. Houve conquistas de direitos fundamentais para o protagonismo dos/as agricultores/as familiares. 70% dos alimentos consumidos pela população brasileira são produzidos pelas famílias agricultoras de todo território nacional. Muitas ações idealizadas pelos movimentos sociais, igrejas, ONGs, pastorais, sindicatos, etc., tornaram – se políticas públicas. Os diálogos com os governos, com as iniciativas privadas e com a sociedade no seu conjunto afloraram nessas últimas décadas. Esse movimento é fruto do reconhecimento do papel da agricultura familiar para o desenvolvimento do país, reafirmando as crenças do Serta, quando acreditou no potencial das famílias agricultoras.

Precisamos continuar avançando. Nesses 28 anos do Serta, comemoramos a vida, acreditando ainda mais na agricultura familiar e nas famílias agricultoras para o desenvolvimento do país, produzindo alimentos saudáveis para a segurança e soberania alimentar, promovendo a inclusão sócio-produtivo, através da equidade e justiça social dos povos do campo, alicerçados nos princípios da agroecologia e da educação popular.
Parabéns aos Serta, a toda sua equipe que ao longo desse período dedicam suas vidas ao que fazem e acreditam, aos parceiros que dinamizam o trabalho do Serta, e, especialmente as juventudes, aos agricultores/as e educadores/as.
Viva o Serta! Viva os povos do campo! Viva a agroecologia e a educação popular!



Deseja contribuir com essa iniciativa?
Banco do Brasil: AG 2081-8 | C/C 8437-9